Empréstimo para pequenas empresas: Vale a pena? Como conseguir? Qual é o melhor Banco?

Seja para dar um impulso nas negociações com fornecedores ou para ajudar na compra de equipamentos e estrutura física da empresa, micro e pequenos empresários estão cada vez mais em busca de empréstimos com bancos e instituições financeiras.

Não há problema algum nisso, afinal a empresa tem total potencial para crescer com isso, basta seguir os requisitos necessários e oferecer segurança ao banco.

Empréstimo para pequenas empresas

Saiba como funciona um empréstimo para pequenas empresas e como pode conseguir um para a sua empresa a seguir.

Tipos de empréstimo para pequenas empresas: Como funciona cada um

Praticamente qualquer instituição financeira hoje em dia oferece empréstimos para pessoas jurídicas, mas o melhor tipo e quantia emprestada vai depender de uma análise financeira detalhada sobre a empresa.

O importante é ter planejamento antecipado na hora de escolher e assim saber como evitar problemas do tipo “bola de neve” com possíveis dívidas geradas a partir desse empréstimo.

Confira algumas das principais alternativas sugeridas como empréstimo para micro e pequenas empresas:

  1. Cheque especial

Muito comum entre as pessoas físicas, uma pequena empresa também pode aderir ao cheque especial para obter capital de giro, o qual merece muito planejamento também.

Essa modalidade se tornou comum dentre os empresários justamente por conta a dificuldade de acesso a crédito, sendo uma decisão emergencial.

O segredo é ficar atento aos juros dessa modalidade, que costumam ser um dos mais altos do mercado financeiro, e não deixar que se torne parte do orçamento mensal da empresa.

O cheque especial deve ser algo usado como emergência ou necessidade grave pela empresa.

  1. Conta garantida

Outro tipo de empréstimo é através da conta garantida, um tipo de crédito rotativo com juros diretamente ligado à quantia empregada.

Para pedir, é necessário oferecer alguma garantia à empresa, como por exemplo as duplicatas. Possui vantagem em relação ao cheque especial, pois conta com juros menores.

A maioria dos empresários contrata essa modalidade para comprar equipamentos, matérias-primas e outros recursos para seus negócios.

  1. Linha de crédito bancário

É uma opção de empréstimo flexível, em que o pequeno empresário pode ir pegando conforme for precisando. Sendo assim, um valor X lhe é liberado e você pode usar até o seu máximo, caso use menos, os juros são reajustados até o fim do contrato.

Perfeita para empresas que precisam de empréstimos de curto prazo ou apenas para resolver alguma emergência financeira.

Como conseguir empréstimo para pequenas empresas?

Antes de mais nada, estabeleça o planejamento financeiro para essa quantia que precisa; um empréstimo é uma mescla de prazos e juros, então se solicitar mais do que o necessário, pode ser um gasto a mais que devia ter sido interrompido.

E então, comece a pesquisar bancos e instituições que oferecem o tipo de empréstimo que você busca.

Pode ser difícil conseguir empréstimo com bancos tradicionais, sendo assim, considere também financiamentos alternativos como empréstimos coletivos, sociais, crowdfunding, investidores anjo, ou até mesmo empréstimo com algum amigo ou familiar, financiamento para MEI, dentre outras opções.

Procure também opções de empréstimo online, as quais oferecem de maneira mais fácil e com menos juros para empresas de pequeno porte; apenas fique em alerta quanto as fraudes da internet.

Qual o melhor banco para fazer empréstimo para pequenas empresas?

A recomendação dos especialistas é tentar alguma negociação de empréstimo com o banco onde você já tenha a sua conta empresarial, pois as chances aumentam já sendo cliente e tendo um bom relacionamento.

Caso queira com outro banco que tenha taxas menores ou melhores prazos de pagamento, saiba que a maioria exige conta local criada ou algum tipo de histórico de investimentos feitos, então acaba sendo bem burocrático mesmo.

Sendo assim, não há melhor banco e sim melhores condições, seja em qual banco for. Planejamento prévio e boa negociação definem o melhor empréstimo para seu pequeno negócio.

Empréstimo para pequenas empresas vale a pena?

Sim, vale a pena, pois pode ser bem útil. Muitas empresas pequenas não têm dinheiro em caixa o suficiente para avançar com suas negociações e investimentos, sendo assim um empréstimo cai como uma luva, principalmente se a empresa estiver no começo e em crescimento.

Repetindo uma última vez o conselho, basta fazer planejamento financeiro prévio a respeito de se livrar da dívida deste empréstimo e não deixar acumular nas contas mensais da empresa. Se ficar de olho, o empréstimo se torna um bom amigo do pequeno empresário.